Pense, acredite, sonhe e atreva-se.

Quem não conhece o Sr. Walt Disney? Quem não deixou-se encantar pelas histórias da Branca de Neve e os 7 anões, ou mesmo o Mickey Mouse? Quem já não viu ou ouviu falar sobre a Disneylândia?

É do senso comum que o Sr. Walt Disney foi um grande visionário. Mas além de visionário, soube transformar sonhos em realidade. Essa realidade, que mesmo após a sua morte, continua a encantar adultos e crianças em diversos países no mundo.

O tema desta newsletter foi escolhido com base nas experiências bem-sucedidas que os nossos participantes de diversos cursos experienciaram, com uma técnica conhecida como “Estratégia Disney”, de Robert Dilts.

Antes de explicar a técnica é importante saber  – o que é uma estratégia? E qual é a relação entre a estratégia e o Sr. Walt Disney?

De forma sucinta, defino estratégia como uma sequência de pensamentos e comportamentos, que cada um utiliza para atingir um objetivo específico. A técnica “Estratégia Disney” foi o resultado do estudo e da análise por R. Dilts, do esquema mental ou da estratégia de sucesso do Sr. Walter Elias Disney. A técnica tem como base três posições. Na primeira posição focamo-nos no sonho, na imaginação e no desenvolvimento da “visão” de um projeto futuro. Na segunda posição, dedicamo-nos a realização e concretização desse sonho ou projeto e, numa terceira posição, faremos a crítica construtiva sobre a realização do projeto, como um teste da qualidade do produto final.

853383_80441307

A experiência dessa técnica por parte dos participantes e clientes, com o esquema das três posições, tem vindo a revelar-se extremamente útil para o sucesso dos seus projetos. Eles descobriram competências e capacidades interiores em gerar ideias e sonhos para um projeto profissional ou pessoal, em realizá-los e em concretizá-los com qualidade.

A técnica estratégia Disney também ajuda o participante ou cliente, aumentar a convicção na sua visão, a motivação em realizá-la, e a gestão daquela “voz” que diz frases como: “e se isto não correr bem?”, “As pessoas vão dizer que essa ideia é ridícula!”, “É melhor desistir dessa ideia”… E é exatamente esses três ingredientes que distinguem os empresários bem-sucedidos: confiam na sua visão, acreditam na realização do projeto e estão atentos ao que podem melhorar, com a crítica construtiva.

Essa técnica também pode ser usada num contexto empresarial, para uma equipa ou funcionário que trabalhe um novo conceito, ou a criação de um novo produto, como também criar sinergia entre os colaboradores numa equipa, através da experiência da importância das diferentes posições. Uma pessoa que desenvolve ideias na equipa, poderá não ter cuidado com os detalhes necessários para a qualidade final de um produto. Também o contrário pode acontecer. Assim, esse processo permite o máximo rendimento de cada uma das partes envolvidas na equipa.

Esta técnica origina resultados efetivos, e a própria experiência dos “altos e baixos” na vida profissional de Walt Disney, também é, em si, um ensinamento. “Todas as adversidades que enfrentei na minha vida, todos os meus problemas e obstáculos, fortificaram-me… poderá não reconhecer quando acontece, mas um murro no dente pode ser a melhor coisa no mundo para si.” Walt Disney.

© MORE Institut, Ltd

Autor: Karina Milheiros,

Master Trainer Coach, Sénior Coach, Master Trainer PNL, Presidente da IHCOS, IN, ICI,

Vice-Presidente da ECA.

Newsletter em Junho de 2008

Leave a Reply